Best Joomla Templates by User Reviews BlueHost

Histórico

 

O curso de Psicologia, vinculado ao Instituto Superior de Ensino e Pesquisa de Ituiutaba, começou a funcionar em 1999, tendo sua autorização aprovada pelo do decreto nº.40.758 de 07/12/1999, do Governo do Estado de Minas Gerais. Foi reconhecido pelo Decreto de 29 de janeiro de 2004, também pelo Governo do Estado.

Trata-se de um curso criado para atender a uma demanda crescente por psicólogos em Ituiutaba e região e em consonância com o perfil proposto quando da regulamentação da profissão no Brasil, em 1962.

O Curso de Psicologia da UEMG - Unidade de Ituiutaba desenvolve-se em período integral e oferece habilitações em Bacharelado e Formação de Psicólogo. O curso estabelece valores em que o compromisso social e a promoção da cidadania são prioridades na formação de seus discentes. Tais valores se concretizam em objetivos e ações dos projetos de pesquisa, extensão e nos projetos de estágios curriculares.

Em fevereiro do ano de 2002 foi implantado o Núcleo de Ensino e Aplicação em Psicologia - NEAP, espaço destinado às práticas de estágio, pesquisa e extensão, preenchendo uma exigência legal para o funcionamento dos cursos de Psicologia no Brasil – Lei n. 4119, de 27/08/62, art.16, que prevê a exigência de um serviço clínico e aplicação à educação e ao trabalho, aberto ao público, gratuito ou remunerado.

O Projeto Pedagógico Original do Curso teve como bases legais as Diretrizes Curriculares para cursos de Graduação em Psicologia e a Lei das Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei N 9.394, de 20 de dezembro de 1996). Com a aprovação das Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Graduação em Psicologia (MEC/SESU, 2004), novos ajustes se tornaram necessários. Entre os aperfeiçoamentos, a nova legislação exigiu uma revisão em vários aspectos operacionais do Curso, especialmente em termos de definição e explicitação de ênfases e em termos de ajustes na organização didático-pedagógica proposta em função destas ênfases. Em atendimento a estas diretrizes, em 2012 o Projeto Pedagógico do Curso foi reformulado.

Como parte desta reformulação, foram definidas duas ênfases curriculares do Curso, considerando-se três aspectos principais: a formação do corpo docente, as tendências atuais para a formação profissional e a demanda regional por serviços em Psicologia. Desta forma, ficaram estabelecidas as seguintes ênfases: Processos Psicossociais e de Saúde e Processos Clínicos.

Ênfase A: Processos Clínicos

A ênfase curricular Processos Clínicos envolve a concentração em competências para atuar de forma ética e coerente com referenciais teóricos, valendo-se de processos de psicodiagnóstico, de aconselhamento, psicoterapia e outras estratégias clínicas, frente às questões e demandas de ordem psicológica apresentadas por indivíduos ou grupos em distintos contextos. Inclui ainda competências referentes ao uso e ao desenvolvimento de diferentes recursos, estratégias e instrumentos de observação e avaliação úteis para compreensão

o diagnóstico em diversos domínios e níveis de ação profissional.

Ênfase B: Processos Psicossociais e de Saúde

A ênfase curricular Processos Psicossociais e de Saúde envolve a concentração de disciplinas e estágios profissionalizantes que garantam o desenvolvimento de habilidades nos processos de prevenção, promoção e tratamento de aspectos psicológicos, sociais e da saúde, em nível individual e coletivo, em instituições, comunidades e grupos.

Reconhecimento do Curso

O curso de Psicologia da UEMG - Unidade Ituiutaba foi criado em 1999, tendo sido aprovado pelo do decreto  nº.40.758 de 07/12/1999.